Esquizofrenia: o que analistas do comportamento têm feito no Brasil?

  • Carlos Henrique Santos da Silva
Palavras-chave: esquizofrenia, análise do comportamento, comportamento psicótico

Resumo

 

 Estudos conduzidos no exterior desde a década de 60 apontam a eficácia dos procedimentos da Análise do Comportamento em pessoas com diagnóstico de esquizofrenia. Muitos foram os objetivos, comportamentos-alvo selecionados, procedimentos e reforçadores utilizados. O presente estudo teve por objetivo realizar uma revisão da literatura brasileira de pesquisas conduzidas com pessoas com esquizofrenia sob o enfoque analítico-comportamental. Nove bases de dados foram selecionadas e um conjunto de palavras-chave identificou 19 estudos nacionais, que apontaram publicações constantes, principalmente de teses e dissertações, sobre a temática desde 2005. Comportamento verbal vocal apropriado e inapropriado apareceram em maior destaque nas intervenções conduzidas sob os procedimentos de reforçamento diferencial de respostas alternativas e extinção. Poucos estudos tiveram como alvo respostas de agressão, higiene pessoal, habilidades sociais, leitura e mostraram também sua eficácia, o que sugere a necessidade de mais estudos abrangendo outros comportamentos-alvo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-04
Como Citar
da Silva, C. H. S. (2020). Esquizofrenia: o que analistas do comportamento têm feito no Brasil?. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 11(2), 137-151. https://doi.org/10.18761/PAC.2020.v11.n2.02
Seção
Artigos