Comportamentos Clinicamente Relevantes informados pela ciência do relacionamento na Psicoterapia Analítica Funcional: O Modelo Consciência, Coragem e Amor

Autores

  • Prscila Rolim de Moura
  • Gabriela Andersen Irias Martim

DOI:

https://doi.org/10.18761/PACtrd032022

Palavras-chave:

psicoterapia, FAP, psicoterapia analítica funcional, ACL, ciência do relacionamento, conceituação de caso, ciência comportamental contextual

Resumo

 

 O uso de comportamentos-alvos idiograficamente definidos tem dificultado a participação da Psicoterapia Analítica Funcional (FAP) no desenvolvimento de um modelo reticulado de tratamento. Uma maneira de resolver esta limitação é oferecer um conjunto padrão de alvos clínicos previsíveis para a FAP. O presente estudo detalha um método de identificação de alvos de tratamento padronizados na FAP usando o modelo de consciência, coragem e amor (ACL). A aplicabilidade do modelo foi avaliada por meio da verificação do grau de correspondência entre alvos clínicos anteriormente identificados em pesquisa FAP e as categorias especificas propostas no modelo ACL. Há uma correspondência de 83,67% entre os alvos idiográficos anteriores e os alvos padronizados atuais. Discutimos como o modelo ACL pode ser clinicamente útil e incentivamos o desenvolvimento de um tratamento mais integrativo para a FAP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-12

Como Citar

de Moura, P. R., & Martim, G. A. I. (2022). Comportamentos Clinicamente Relevantes informados pela ciência do relacionamento na Psicoterapia Analítica Funcional: O Modelo Consciência, Coragem e Amor. Perspectivas Em Análise Do Comportamento, 13(2), 100–127. https://doi.org/10.18761/PACtrd032022

Edição

Seção

Artigos